Facebook
RSS

Você acredita em publicidade e propaganda?

Eu copiei um comentário interessante postado no “estranho” site Nao Acreditamos em Propaganda. Sinceramente não entendi direito qual a finalidade, se é uma campanha ou sei lá. Mas o que eu queria mostrar mesmo é o comentário abaixo, que foi assinado por um tal GUERRILHEIRO “diretamente do blog de guerrilha”. Seria o excelente Blog de Guerrilha?Bom, nesse caso, seria um post de um dos editores.

Bob Garfield, o principal colunista da revista especializada Advertising Age e ácido crítico da propaganda tradicional, alerta que, ao contrário do que se pensa, as pessoas não amam os comerciais de 30 segundos da televisão, no máximo os toleram. Geralmente acreditam que são obrigadas a aturá-los por estarem recebendo um conteúdo não pago, numa relação de troca. O comercial tradicional ainda é aceito na televisão, mas em outras mídias, como a internet, as pessoas não o aceitam mais. Também através da internet, o consumidor adquiriu mais acesso a informação. Através dela, ele consegue conhecer, questionar, duvidar, comprar e disseminar sua opinião sobre tudo o que consome, desde produtos básicos até serviços complexos. Desta forma ele ganha mais poder, o que exige uma mudança na proposta de valor das empresas e nos esforços de marketing. O consumidor abdicou do papel de simples target e passou a adotar a postura de agente. Pela internet ele tem voz e é ouvido, de forma barata e rápida. É possível a interação com outros consumidores e marcas, transformando-o de passivo em ativo, tomando a iniciativa no relacionamento, falando mais e mais alto para ser ouvido. Hoje podemos olhar para a Internet e perceber que seu maior impacto não foi por ter surgido como uma nova mídia, e sim por ter mudado o comportamento do consumidor. E isso atinge toda e qualquer mídia existente.

Mas me diga: você acredita em propaganda? Em qual veículo você acredita mais? TV, jornal, rádio ou internet? Você também acha que a internet revolucionou apublicidade?

Coloca seu comentário aí abaixo ou então envia uma mensagem: newsletter@emarket.ppg.br

CURTA NO FACEBOOK

One Response so far.

  1. Cardoso Ponte disse:

    Bem. Sinceramente, acredito em propaganda, mais ressalto que o meio publicitário tenha evoluido apenas no sentido tecnológico, com avanço digital de imagem e som. Quanto a criatividade, ainda é muito pobre e visivelmente saturado.
    Vejemos como exemplo, que mais de 98% das propagandas á nível mundial, principalmente, as nacionais, usam exclusivamente como tema central três presonagens: MULHERES EM ATITUDE SENSUAL, ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO e principalmente, CRIANÇAS.
    Na realidade, infelizmente, a propaganda vincula somente isto como tema central. acredito, que precisamos de INTELIGÊNCIA CRIATIVA, pois nosso país dispôem de muita riqueza natural e são poucas exploradas pelo meio de propaganda e publicidade. Cardoso Ponte / Fort.Ce.


Como podemos divulgar seu site:

  • Campanha de Links Patrocinados no Google Adwords
  • Otimização de site - SEO Otimização Site
  • Campanha de marketing nas redes sociais
  • Criação de site Otimizado - Desenvolvimento de site