Facebook
RSS

Com os blogs, redes sociais, wikis, comunidades e Twitter, ficou mais fácil para o consumidor escolher um produto e decidir uma compra. As pessoas trocam informações e consequentemente pareceres sobre produtos, embora alguns utilizem esses sites de compartilhamento apenas para criticar marcas ou ainda caluniar empresas. Por isso, as comunidades são fonte de informação, e quem ignora ou deixa passar estas críticas sem respostas perde uma oportunidade importante de compreender melhor o seu público. As empresas tem mais a ganhar do que perder com a transparência e o diálogo constante se souberem utilizar esses ambientes para interagir com seu público.

O gigante da internet UOL, um dos precursores do mundo virtual no país, monitora as manifestações espontâneas sobre a marca, empresa ou serviço. E, ao fazer um lançamento, pede feedbacks para o público, que, posteriormente, ficam publicados. “Se a tecnologia for usada de forma inteligente, sem criar dificuldades de uso por parte do público, não vemos desvantagem com relação à fidelização, mas sim, um crescimento de confiança e credibilidade dos clientes”, concluiu a Márion Strecker, diretora de conteúdo do UOL.

Além da participação no Orkut e YouTube, a empresa se comunica diretamente com o público por e-mail, salas de bate-papo, murais, grupos de discussão e blogs. Inclusive no Shopping UOL, o público pode dar notas aos produtos e publicar a própria crítica.

Então, se o público busca, gera e compartilha informações nas redes sociais, é indicado e rentável que as empresas utilizem  esses sites para mostrarem novidades (e boas novidades) e ao mesmo tempo monitorarem o que o pessoal está comentando a respeito delas.

CURTA NO FACEBOOK


Como podemos divulgar seu site:

  • Campanha de Links Patrocinados no Google Adwords
  • Otimização de site - SEO Otimização Site
  • Campanha de marketing nas redes sociais
  • Criação de site Otimizado - Desenvolvimento de site