Facebook
RSS

Black-Friday-no-Brasil

Só no Brasil mesmo. Você já ouviu essa frase antes?

Pois é. Mais uma vez o Brasil foi exemplo do que não deve ser feito. No ano passado o Black Friday recebeu o nome de Black Fraude devido às falsas promoções que acabaram por irritar os consumidores.

A quarta edição da versão brasileira do Black Friday que ocorre amanhã quer apagar essa imagem e garantir mais um recorde de vendas pela internet no país. Neste ano, todo o esforço dos organizadores é voltado para que não ocorram novamente os transtornos verificados na edição anterior, como lentidão dos sites e, principalmente, a chamada maquiagem de preços nas ofertas.

Inspirada na tradicional megaliquidação do varejo americano logo após o feriado do Dia de Ação de Graças, a iniciativa vai mobilizar centenas de sites e pode movimentar até R$ 390 milhões, 60% a mais do que 2012. Essa é a estimativa da a E-bit, empresa especializada em informações sobre comércio eletrônico.

Serão 24 horas de descontos de até 60% com previsão de 1 milhão de compras. A superpromoção vai colocar à venda uma variada lista de itens de produtos e serviços. Até casas e apartamentos serão ofertados com deságio.

O site Ecommerce Brasil listou 5 motivos para as lojas virtuais não maquiarem preços no Black Friday:

  • Proporcione uma experiência de compra incrível para o seu cliente para ele voltar. Não abra mão do longo prazo em troca de uma vantagem de curto prazo. Use o Black Friday para fazer com que ele volte no Natal, no Dia das Mães, dos Namorados e sempre.
  • Não coloque a loja inteira em desconto. Utilize a tática do produto-isca. Escolha alguns produtos que você tenha melhor margem no preço para dar desconto e estimule seu cliente a levar um produto em promoção e outro com preço cheio.
  • Não acabe com seu maior ativo: sua credibilidade! Não é legal subir o preço semanas antes para depois reduzir no Black Friday. Isto é crime e o Procon está de olho e o consumidor também está ligado.
  • Você só tem a perder querendo enganar seu cliente. Amanhã, o Reclame Aqui terá um canal exclusivo para reclamações e a Sieve fará a identificação da veracidade das ofertas.

O site Buscapé está fazendo um serviço de curadoria de ofertas e mostrará apenas descontos relevantes de produtos que tenham mantido seu preço nos últimos 3 meses. Fique ligado no site do buscapé e economize dinheiro e tempo nessa Black Friday.

A Camara e-net lançou o Código de Ética do Black Friday. Cumpra suas regras e você e o comércio eletrônico só terão a ganhar. o bolso.

CURTA NO FACEBOOK


Como podemos divulgar seu site:

  • Campanha de Links Patrocinados no Google Adwords
  • Otimização de site - SEO Otimização Site
  • Campanha de marketing nas redes sociais
  • Criação de site Otimizado - Desenvolvimento de site