Facebook
RSS

fluminense2Quando algo ruim acontece no esporte, os patrocinadores envolvidos são afetados. Foi o que aconteceu quando o Anderson Silva fez aquele papelão e “perdeu” a luta e seus patrocinadores viram piada na rede.

O movimento proporcionado pela CBF que alçou novamente o Fluminense de volta à seria A do Brasileirão pode ter sido uma boa notícia para o clube mas gerou um péssimo buzz nas mídias sociais para a Unimed, principal patrocinador da equipe.

Além de imagens depreciativas compartilhadas pelos usuários das redes sociais, a Unimed vem recebendo críticas até mesmo em sua fanpage onde postou dicas sobre os perigos da ingestão de refrigerantes. Em resposta um internauta comentou: “PAGUE A SÉRIE B!”. “Unimed-Rio Patrocinadora Oficial da MAIOR VERGONHA BRASILEIRA”, vociferou outro.

No Twitter, as mensagens sobre a decisão do STJD e a ligação da Unimed misturam revolta com bom humor.

“Novo slogan da Unimed: Se salvamos o Fluminense, imagine o que podemos fazer por você”, diz uma das mensagens. “Unimed cancelada. Não vou ajudar esse clube medíocre”, criticava outra.

Isso nos mostra que as redes sociais podem fazer muito pela sua marca, tanto positiva como negativamente.

Claudio Gandelman, fundador e CEO da Teckler, rede social que remunera os internautas pelo conteúdo produzido, afirma que mesmo com todos os cuidados todas as empresas estão sujeitas a exposições negativas nas redes sociais.

Por causa disso, ele nos relaciona algumas dicas muito pertinentes para as empresas lidaremm melhor com as crises nas redes sociais:

1. Faça um planejamento detalhado antes de utilizar as redes sociais
A ideia é ter um controle completo de todos os passos da sua empresa neste ambiente, afinal é um canal de comunicação e, assim como os demais, exige atenção. As redes sociais devem ser administradas por pessoas que tenham essa qualificação.

2. Elabore um plano de contenção de crise
Essa ação é importantíssima, pois é nesse momento que a empresa levanta todas as ameaças possíveis, afinal se tratando de redes sociais qualquer fagulha pode ocasionar uma explosão. Outra informação importante é que o planejamento deve ter o aval de todos os departamentos da empresa, visando uma ação conjunta e uma resposta única.

3. Tenha agilidade
Os internautas replicam uma denúncia, verdadeira ou não, de maneira espantosa e você também precisa ter rapidez. Cada hora desperdiçada nas redes sociais significa centenas de exposições negativas com o público que acompanha sua marca.

4. Não adianta discutir
As pessoas são inteligentes, entretanto a grande massa age por impulso, por isso não adianta perder a cabeça, discutir ou agir com nervosismo. Mantenha-se calmo e pense em cada passo, sempre prezando pela postura profissional.

5. Não minta, não esconda informações e nem prometa o que não pode cumprir
O segredo é mostrar para seus clientes e parceiros que a sua empresa é séria e trabalha com ética e transparência. As redes sociais transformam tudo em grandes catástrofes e às vezes exageram e até inventam informações, por isso mentir ou prometer o que não se pode cumprir só prejudica a gestão da crise.

CURTA NO FACEBOOK


Como podemos divulgar seu site:

  • Campanha de Links Patrocinados no Google Adwords
  • Otimização de site - SEO Otimização Site
  • Campanha de marketing nas redes sociais
  • Criação de site Otimizado - Desenvolvimento de site