Facebook
RSS

O mercado da internet não para nunca de se mover. Se por um lado, o Google conquistou a preferência tanto dos usuários como dos consumidores e acabou com os outros sites de busca, nas redes sociais isso não ocorre.

social-media-tornadoA comunicação através da internet revoluciona o mundo e se alastra para um público cada vez maior. Tanto “heavy users” como ” internautas de fim de semana” passam cada vez mais tempo conectados nas redes sociais.

A onda que domina a internet é o compartilhamento. Internautas criam e compartilham textos, imagens e vídeos, sejam pessoais ou comerciais, em uma velocidade e volume impressionantes.

Hoje podemos dizer que as pessoas compartilham à medida que vivem. Com essa mudança nos costumes, as pessoas se tornam a cada diz mais digitais. Novas redes sociais vão surgindo, se proliferando e conquistando adeptos.

Apesar do domínio exercido pelo Facebook que já ultrapassou a marca de 1 bilhão de usuários no mundo todo, com a crescente simpatia dos internautas pelo mundo social da web, seus pares se animam e continuam na luta por um lugar ao sol.

O Pinterest passou o Twitter em popularidade nos Estados Unidos, mas é o Instagram (comprado pelo Facebook) que está ganhando o mundo. Segundo uma pesquisa feita pela GlobalWebIndex em janeiro, o Instagram cresceu mais que todos os sites de mídia social do planeta e sua base de usuários ativos aumentou 23% no último semestre.

Mas a batalha que mais chama a atenção é a do gigante Facebook com o Google+, a rede social do gigante das buscas.

Com meio bilhão de cadastrados (metade do Facebook), que pouco visitam a plataforma, a saída encontrada é “forçar” os usuários dos outros serviços do Google a usar a rede social. E isso já vem ocorrendo desde novembro, quando o YouTube passou a exigir que o usuário que quer apenas comentar um vídeo tenha um perfil na rede.

O fato é que a segunda maior rede social do planeta, o Google+, vem conquistando e agradando cada vez mais usuários.

A jornalista e blogueira Samantha Samegui, especialista em redes sociais, é um deles. Com perfis nas duas redes sociais, Samantha tem objetivos diferentes no uso das duas plataformas. Enquanto o Facebook, ela usa principalmente para manter contato com amigos, no Google+ o uso é mais profissional. Ela explica que no Google+ há facilidade para se seguir assuntos “macro” de interesse, e que agora ocorre um processo de criação de comunidades, como antes ocorria no Orkut e que no Facebook se chamam grupos. “Agora a gente pode importar a comunidade do Orkut e essa é uma ferramenta interessante: você importa tudo o que tinha na sua comunidade (não todos os fóruns) e as pessoas que faziam parte são convidadas a entrar na nova”, comenta Samantha.

CURTA NO FACEBOOK


Como podemos divulgar seu site:

  • Campanha de Links Patrocinados no Google Adwords
  • Otimização de site - SEO Otimização Site
  • Campanha de marketing nas redes sociais
  • Criação de site Otimizado - Desenvolvimento de site