Facebook
RSS

Mesmo investindo pouco em marketing, o Nubank se tornou uma marca de renome em pouquíssimo tempo de mercado. Confira dicas para fazer o mesmo em seu negócio.

Falar em banco e serviços financeiros em geral provoca um frio na espinha de grande parte dos brasileiros. Atendimento pouco eficiente, serviços de má qualidade e cobranças abusivas são alguns dos fatores que prejudicam a imagem do setor.

Felizmente, um novo player do mercado fez o jogo virar: o Nubank. O roxinho, como é conhecido entre seus fãs, rapidamente se tornou objeto de desejo entre todos os que estavam insatisfeitos com seus bancos atuais.

Atualmente, a fila de espera para um cartão ultrapassa as 500 mil pessoas. Considerando-se que a marca tem apenas 5 anos de mercado, não há dúvidas: estamos diante de um caso de sucesso, tanto de produto quanto de marketing.

Neste post, você confere 6 princípios usados pelo marketing da marca que também podem ser aplicados à sua. Confira:

  1. Tenha um propósito

O colombiano David Velez, um dos fundadores do Nubank, não demorou a notar a precariedade do sistema financeiro do Brasil quando chegou ao país. O empreendedor viu aí uma oportunidade, que deu origem ao embrião do roxinho.

Para se aproveitar desta brecha, a empresa nasceu com uma proposta sólida, formalizada e registrada em seu site: o cerne do projeto era facilitar o acesso ao crédito pelos brasileiros e permitir que eles controlassem as despesas totalmente pelo celular, algo inédito à época da fundação.

O interessante é que a simplicidade e a transparência características da marca não ficam só no discurso: em suas ações de divulgação, ela investe em um design e em uma linguagem simples.

  1. Aproveite o baixo custo do marketing nas redes sociais

Uma das fundadoras do Nubank, Cristina Junqueira, afirma que o marketing em redes sociais caiu como uma luva para o Nubank. Os motivos para isto são dois: além do apelo jovem que a estratégia traz à marca, esta opção significa menos custos e maior eficácia do que a publicidade tradicional.

De modo geral, esta é uma tendência que não passou despercebida pelas empresas do Brasil. De acordo com a pesquisa Social Media Trends, 92% dos negócios brasileiros usam estas plataformas.

Acontece que publicar qualquer coisa e torcer para dar certo não é suficiente. Você tem que pensar em quem é o seu cliente ideal (sua persona) e qual é a mensagem mais adequada para se conectar a ela. Veremos mais a respeito disso no próximo tópico.

  1. Fale a língua do seu cliente

O Nubank afirma que 80% de seus clientes têm até 36 anos. E este número não é encarado como algo distante e abstrato pela marca, muito pelo contrário: ele sem dúvida é levado em consideração na hora de elaborar os planos de marketing.

Tanto as redes sociais quanto o site do Nubank o comprovam. Eles são construídos em um design moderno e com uma linguagem descontraída e cotidiana: você nunca verá nada muito rebuscado! Isso significa que o Nubank sabe que seu público é jovem e se esforça para que sua mensagem seja atraente para eles.

  1. Não perca a experiência do cliente de vista

Os profissionais do marketing sempre batem na tecla da experiência do cliente. E não é à toa: com um consumidor cada vez mais exigente, cada passo dele no contato com o seu produto ou serviço deve ser impecável.

Isso o Nubank, sem dúvida, tira de letra: a possibilidade de controlar gastos do cartão e da conta diretamente do aplicativo conta pontos para a marca. Isto também é refletido nas ações de marketing, que são sutis, simples e transparentes – como o produto.

  1. Não se venda o tempo todo

O marketing do Nubank não fala apenas sobre os seus produtos e serviços. A última campanha da marca, criada para promover o a nova versão do seu aplicativo, é um exemplo disso: foi toda baseada na canção Como Nossos Pais, de Elis Regina.

Afinal, o consumidor não quer ouvir você falando sobre você mesmo o tempo todo. A capacidade de encontrar assuntos relacionados à sua marca é um verdadeiro divisor de águas, pois aumenta a sua capacidade em atrair a atenção das pessoas, algo crucial em nosso mundo hiperconectado. Essa é uma dica bem bacana para empresas que investem no marketing em redes sociais, por exemplo, onde é fundamental falar sobre assuntos diversos que até devem estar relacionados ao seu mercado, mas não necessariamente aos seus produtos.

  1. Faça com que o boca-a-boca trabalhe a seu favor

Por fim, de nada adianta ter uma estratégia de marketing de conteúdo e redes sociais incrível se a qualidade do produto ou serviço deixa a desejar. Portanto, é preciso exercer a  autocrítica constantemente: como sua marca pode melhorar?

Um dos grandes méritos do marketing do Nubank foi, justamente, o boca-a-boca. A alta qualidade dos serviços levou a marca ao próximo nível, garantindo uma excelente imagem perante o público – o que é, justamente, um dos objetivos do marketing.

 

CURTA NO FACEBOOK


Como podemos divulgar seu site:

  • Campanha de Links Patrocinados no Google Adwords
  • Otimização de site - SEO Otimização Site
  • Campanha de marketing nas redes sociais
  • Criação de site Otimizado - Desenvolvimento de site